Avisos à Navegação

Alertas

Avisos Navegação

Inicio Vigência: 2024-07-01 14:40
Fim Vigência: 2024-07-19 14:40

A Direção de Operações Portuárias e Segurança da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, nos termos do Regulamento de Exploração e Utilização da Via Navegável do Douro (REUVND), publicado em Diário da República, 2.ª série de 16 de agosto de 2019, torna público o seguinte:

 

Assunto: Sondagens no km 3,8 da VND (estuário) 

Período: De 1JUL2024 a 16JUL2024 

Local: Estuário – km 3,8 e km 4 da VND

 

No âmbito de trabalhos de sondagens no rio Douro, durante o período indicado, irá permanecer em plano de água uma embarcação com equipamento embarcado para sondagens, nas seguintes localizações , no lado sul do canal de navegação (a laranja):

(imagem)

 

A navegação deverá observar cuidados redobrados no local, bem como adequar a sua velocidade, assim como entrar estabelecer contacto com a Polícia Marítima do Douro, através do canal 12 de VHF, e aguardar as respetivas indicações.

Download
Inicio Vigência: 2024-06-17 00:00
Fim Vigência: 2024-08-17 15:38

A Direção de Operações Portuárias e Segurança da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, nos termos do Regulamento de Exploração e Utilização da Via Navegável do Douro (REUVND), publicado em Diário da República, 2.ª série de 16 de agosto de 2019, torna público o seguinte:

Assunto: Construção de estrutura de ligação a terra no Cais de Espera de S. Martinho  

Período: De 17JUN2024 a 17AGO2024

Local: Albufeira da Régua – Cais de espera de S. Martinho ao km 138,8 da VND

No âmbito dos trabalhos de construção de estrutura de ligação a terra no Cais de espera de S. Martinho na albufeira da Régua ao km 138,8 da VND, vão se encontrar meios náuticos para a sua execução, pelo que a navegação local, deverá observar cuidados redobrados, bem como adequar a sua velocidade.

Download
Inicio Vigência: 2024-06-11 16:35

A Direção de Operações Portuárias e Segurança da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, nos termos do Regulamento de Exploração e Utilização da Via Navegável do Douro (REUVND), publicado em Diário da República, 2.ª série de 16 de agosto de 2019, torna público o seguinte:


Assunto: 40ª Maratona de Crestuma (canoagem)

Período: Dia 21Junh2024 (15h00 às 17h30)

              Dia 22 junho 2024 (09h00 às 13h00 e das 15h00 às 17h30

              Dia 23 junho 2024 (10h00 às 13h00 e das 14h30 ás 17h00

Local:  Estuário – km 19,5 e Km21da VND 

De acordo com o Artigo 68.° do Regulamento de Exploração e Utilização da Via Navegável do Douro (Regulamento nº647/2019), vai realizar-se o evento “40ª Maratona de Crestuma” (canoagem),Estuário, entre o Km 19,5 e Km 21 da VND, 21 junho 2024, entre15h00 e as 17h30, 22 junho 2024 entre as 09h00 e as 13h00, e 15h00 às 17h30,  23/junho 2024, entre as 10h00 e as 13h00 e das 14h30  às 17h00.

A navegação em aproximação ao local deverá observar cuidados redobrados, bem como adequar a sua velocidade, assim como entrar em contato com a devida antecedência com a Policia Marítima do Douro, através do canal 12 de VHF, e aguardar as respetivas indicações.

Download
Inicio Vigência: 2024-06-03 15:37

A Direção de Operações Portuárias e Segurança da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, nos termos do Regulamento de Exploração e Utilização da Via Navegável do Douro (REUVND), publicado em Diário da República, 2.ª série de 16 de agosto de 2019, torna público o seguinte:


Assunto: 37ª Edição Amazing Race 

Período: Dia 10Junh2024 (14h00 às 18h00)

Local: Albufeira de Carrapatelo– km 94 e Km94,5 da VND 

De acordo com o Artigo 68.° do Regulamento de Exploração e Utilização da Via Navegável do Douro (Regulamento nº647/2019), vai realizar-se o evento “37ª Edição Amazing Race, na albufeira de Carrapatelo, entre o Km 94 e Km 94,5 da VND, entre as 14h00 e as 18h00 do dia 10 de Junho de 2024.

A navegação em aproximação ao local deverá observar cuidados redobrados, bem como adequar a sua velocidade, assim como entrar em contato com a devida antecedência com a Policia Marítima do Douro, através do canal 12 de VHF, e aguardar as respetivas indicações.

Download
Inicio Vigência: 2024-06-01 12:22

Direção de Operações Portuárias e Segurança da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, nos termos do Regulamento de Exploração e Utilização da Via Navegável do Douro (REUVND), publicado em Diário da República, 2.ª série de 16 de agosto de 2019, torna público o seguinte:


Assunto: Assinalamento fluvial: Boia n°222  Albufeira de Crestuma - Á Deriva

Período: De:01Jun2024 Até: NA

Local: Albufeira de Crestuma  


Alerta-se toda a navegação que a boia nº 222 (vermelha), encontra-se á deriva a jusante da eclusa de Carrapatelo, movendo-se nessa mesma direção dentro da albufeira de Crestuma, devendo-se observar maior atenção em particular entre o troço entre a Quinta da Seara (km58,50) e a eclusa de Carrapatelo (km65).

Assim, deverá observar cuidados redobrados, bem como velocidade adequada tendo em conta este registo no sistema de sinalização da VND,

Será emitido novo aviso aquando da sua regularização.

 

Download
Alertas

Alertas

Nível Risco: Nível 1 - Não se pevê nenhuma situação de risco
Data Inicio: 2024-01-25 08:16
Hidrológico n.º 02/2024, em anexo, relativamente à situação hidrológica no rio Douro, solicitando-se a colaboração de V. Exas. com vista à sua ampla divulgação e adoção de medidas entendidas como adequadas.
Atentas as atuais previsões meteorológicas e hidrológicas, é promulgado o seguinte nível de alerta de cheias:
ALBUFEIRA NÍVEL DE ALERTA DE CHEIAS
ESTUÁRIO AVISO
CRESTUMA CM AVISO
CARRAPATELO CL AVISO
BAGAÚSTE AVISO
VALEIRA VR AVISO
POCINHO PN AVISO

O CPPC-D assegura a análise e acompanhamento contínuo do estuário e restantes albufeiras, relativamente à alteração do nível e alerta de cheias.
O presente comunicado tem por objetivo fomentar uma política de cada vez maior proximidade com todos os atores com responsabilidade em matéria de Proteção Civil. Pretende-se, assim, antecipar medidas tendentes a mitigar danos pessoais e materiais, sempre que as condições meteorológicas sofram um agravamento considerado de “risco” para as populações ou infraestruturas implantadas em Domínio Público Hídrico ou na sua proximidade
Nível Risco: Nível 3 - Situação de risco moderado a elevado
Data Inicio: 2024-01-24 10:53
o Comunicado Operacional n.º 4/2024, da Capitania do Porto do Douro, relativo ao agravamento das condições oceanográficas.
A previsão meteorológica do IPMA, com base nos dados disponíveis, aponta para um agravamento da agitação marítima, prevendo-se:

AVISO PERÍODO ESTADO DO MAR
AMARELO 24JAN (15:00)
-
24JAN (21:00) Ondas de noroeste com 3,5 a 4,5 metros, com período de pico até 17 segundos.
Barra do Porto do Douro FECHADA a toda a navegação desde as 15:15 de 21JAN24 (situação em monitorização permanente, podendo ser alterada).

Assim, a Autoridade Marítima reforça a recomendação, em especial à comunidade piscatória e da náutica de recreio que se encontra no mar, para o eventual regresso ao porto de abrigo mais próximo e a adoção de medidas de precaução, de acordo com as recomendações das capitanias dos portos, evitando sair para o mar até que as condições melhorem.

À população em geral, que habitualmente frequenta as zonas costeiras ao longo de toda a faixa litoral oeste do Continente, aconselha-se que se abstenham da prática de passeios junto à costa e nas praias, bem como a prática de atividades lúdicas nas zonas expostas à agitação marítima, sendo essencial que assumam uma postura preventiva não se expondo desnecessariamente ao risco.

Aconselha-se muito particularmente os pescadores lúdicos de pesca à cana para que assumam extrema cautela, evitando pescar junto a falésias, arribas e zonas rochosas nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas, tendo sempre presente que nestas condições extremas o mar pode facilmente alcançar zonas aparentemente seguras.
Nível Risco: Nível 2 - Situação de risco para determinadas atividades
Data Inicio: 2023-11-10 14:27
Comunicado Operacional n.º 09/2023 da Capitania do Porto do Douro, relativo ao DESAGRAVAMENTO DAS CONDIÇÕES METEOROLÓGICAS, solicitando-se a vossa colaboração com vista à sua ampla divulgação e adoção de medidas entendidas como adequadas.
Nível Risco: Nível 3 - Situação de risco moderado a elevado
Data Inicio: 2023-10-27 07:15
Atendendo às previsões meteorológicas e hidrológicas, está implementado o seguinte nível de alerta de cheias, conforme quadro abaixo:
ALBUFEIRA NÍVEL DE ALERTA DE CHEIAS
ESTUÁRIO AVISO
CRESTUMA CM AVISO
CARRAPATELO CL AVISO
BAGAÚSTE AVISO
VALEIRA VR AVISO
POCINHO PN AVISO

CPPC-D em análise e acompanhamento contínuo do estuário e restantes albufeiras, relativamente ao elevar do nível e alerta de cheias,

O presente comunicado tem por objetivo fomentar uma política de cada vez maior proximidade com todos os atores com responsabilidade em matéria de Proteção Civil. Pretende-se, assim, antecipar medidas tendentes a mitigar danos pessoais e materiais, sempre que as condições meteorológicas sofram um agravamento considerado de “risco” para as populações ou infraestruturas implantadas em Domínio Público Hídrico ou na sua proximidade.
Nível Risco: Nível 2 - Situação de risco para determinadas atividades
Data Inicio: 2023-01-14 16:59
Barra do Porto do Douro ABERTA, a toda a navegação (situação em monitorização permanente podendo ser alterada)

Assim, a Autoridade Marítima reforça a recomendação, em especial à comunidade piscatória e da náutica de recreio que se encontra no mar, para o eventual regresso ao porto de abrigo mais próximo e a adoção de medidas de precaução, de acordo com as recomendações das capitanias dos portos, evitando sair para o mar até que as condições melhorem.

À população em geral, que habitualmente frequenta as zonas costeiras ao longo de toda a faixa litoral oeste do Continente, aconselha-se que se abstenham da prática de passeios junto à costa e nas praias, bem como a prática de atividades lúdicas nas zonas expostas à agitação marítima, sendo essencial que assumam uma postura preventiva não se expondo desnecessariamente ao risco.

Aconselha-se muito particularmente os pescadores lúdicos de pesca à cana para que assumam extrema cautela, evitando pescar junto a falésias, arribas e zonas rochosas nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas, tendo sempre presente que nestas condições extremas o mar pode facilmente alcançar zonas aparentemente seguras.

O presente comunicado tem por objetivo fomentar uma política de cada vez maior proximidade com todos os atores com responsabilidade em matéria de Proteção Civil. Pretende-se, assim, antecipar medidas tendentes a mitigar danos pessoais e materiais, sempre que as condições meteorológicas sofram um agravamento considerado de “risco” para as populações ou infraestruturas implantadas em Domínio Público Marítimo ou na sua proximidade.

Legislação de Interesse

Consulte aqui toda a Legislação e Regulamentos Vigentes da Via Navegável do Douro